Maçons estão prontos para a 13ª Ação Social no Maranhão

Evento será realizado amanhã em Belágua, município com baixo Índice de Desenvolvimento Humano

 

 

A Maçonaria Unida do Maranhão, composta pelas três potências maçônicas regulares - que são a Grande Loja Maçônica do Estado do Maranhão, o Grande Oriente do Brasil seccional Maranhão e o Grande Oriente Autônomo do Maranhão -, prepara-se para a 13ª Ação Social, que ocorrerá no município de Belágua amanhã. Várias instituições públicas e privadas participarão do evento.

De acordo com o grão-mestre da Grande Loja Maçônica do Maranhão, Ubiratan João de Castro, parceiros da instituição participarão com grandes comitivas. Com o tema Saúde e Solidariedade Humana, a ação visa mudar a realidade de Belágua, considerada uma das cidades mais pobres do país.

Ubiratan Castro diz que milhares de pessoas serão mobilizadas em boa parte do estado. A área da saúde contará com atendimento médico, higiene pessoal, lazer, corte de cabelo, orientações sobre doenças sexualmente transmissíveis e distribuição de preservativos, aplicação de flúor e distribui- ção de kits de higiene pessoal, fisioterapia entre outros. “A Maçonaria vem se dedicando há muitos anos a projetos na área da saúde, com o objetivo de promover mudanças significativas na vida das pessoas”, afirma o grão-mestre.

Em virtude da distância e da falta de postos de saúde, muitas pessoas sofrem com a falta de medicamentos e também de aten dimento mé- dico no município de Belágua. Com a dificuldade de locomoção, muitos acabavam não resistindo aos ferimentos e morriam antes de serem atendidos. “Isso acabou trazendo muita preocupação para a Maçonaria, que escolheu Belágua como sede da 13 ª Ação Social”, ressaltou Ubiratan Castro.

Participação

Durante a ação social, será criada a Guarda Municipal de Belágua e formado o Conselho Municipal de Segurança. Serão ministradas palestras sobre primeiros socorros e combate a incêndio e segurança urbana. Também haverá palestras sobre cidadania, habitação, Lei Maria da Penha, divórcio, tutela, separação judicial, direitos da criança e do adolescente, aposentadoria e defesa do consumidor.

O campo agropecuário é um dos mais esperados, visto que o município tem sua economia baseada no setor. Várias atividades serão realizadas para fomentá-lo. De acordo com Ubiratan de Castro, que também é ex-professor da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), o objetivo do projeto agropecuário é deixar sementes que possam se multiplicar no município. O Brasil é referência internacional em pesquisas agrícolas.

“Por esse motivo, vários engenheiros agrônomos da nossa instituição estão se dedicando diuturnamente ao desenvolvimento de novas técnicas que venham a melhorar todo o setor produtivo do estado”, diz o grão-mestre.

Maçonaria tem formado líderes

Haverá palestras sobre cidadania

Guarda Municipal será criada

História

A Maçonaria surgiu no antigo Egito, cerca de mil anos antes de Cristo, quando uma associação de pedreiros livres, posteriormente, também compostas por engenheiros e arquitetos, resolveu construir uma sociedade mais justa e igualitária. Surgia ali um grande movimento social, que se espalharia por todo o mundo, chamado Maçonaria.

Desde então, a instituição vem se estruturando, por causa da sua capacidade de formar líderes. Segundo o grão-mestre, em boa parte do mundo, sua missão é fortalecer os pilares da saúde, educação e segurança. “Desde o antigo Egito, mui- tos maçons são envolvidos na política. No Brasil, vários foram presidentes da República, senadores, deputados, prefeitos e vereadores”, finaliza Ubiratan Castro.

    Publicado em 19/09/2015 - fonte: Jornal O Estado do Maranhão, edição de 19/09/2015